Aconteceu de novo.

O quê?

Não sei. Um estranhamento calmo de fumaça alinhada. Miopia alheia aos olhos embaçando a paisagem ambígua, defeito que já não era meu. Corpo íntegro pesando no chão. Abri a porta e acendi o abajur, as paredes todas molhadas, coitadas. O corredor vazio ecoando passos. Laços. Frio de alumínio moderno.

E ai?

Despertei.

Anúncios

Uma resposta to “”

  1. marquito Says:

    fumaça, isi. “onde há fumaça há alumínio moderno e soda cáustica” (advertência em frasco de limpa-forno).
    fumaça fria, condensada nas pobres paredes.
    passos e laços sem pés ou fitas.

    beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: