Daqui pra frente a história era outra

Pq vc é o maior dos excessos que me atravessa. Pq vc foi o maior destes excessos, quase lúgubre, isso sim. Sem vc eu não soube estar em mim, inspirava em repetições cadentes sem expirar jamais, fiz do meu próprio corpo a clausura de algo incompreensível, como um desejo ruidoso de fim da tarde, saudades de casa. Em festa de criança, balão prestes a estourar.

O de praxe entre nós: seus excessos me esgotam. Eu, vou-me embora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: